Blog

Como crescer profissionalmente em 2019? Tire os planos do papel!

Crescer profissionalmente representa assumir responsabilidades para, depois, obter a recompensa planejada. E, com o empreendedorismo individual em alta, puxado pelo crescimento da categoria MEI, o cenário mostra-se favorável para quem quer produzir mais.

Segundo a Serasa Experian, um novo Microempreendedor Individual é criado a cada 10 segundos no Brasil. Por isso, esse é o melhor momento para migrar para essa categoria, antes que a concorrência fique demasiadamente acirrada.

Pensando no tema, vamos mostrar neste post, o que você pode fazer para crescer profissionalmente e dar um salto de qualidade na sua carreira ao longo do ano. Acompanhe!

Comece um curso de capacitação

Por mais que o brasileiro seja criativo e capaz até de tirar leite de pedra atuando informalmente, o fato é que, sem capacitação, as possibilidades ficam reduzidas.

Um bom exemplo disso é o apresentador Silvio Santos. Embora tenha começado sua trajetória de sucesso como vendedor ambulante no centro do Rio de Janeiro, ele logo percebeu que, para prosperar, teria que investir em si mesmo.

Aos 20 anos, concluiu o curso técnico em Contabilidade, o que certamente foi útil para tirar a empresa Baú da Felicidade da situação de quase falência, nos anos 60. Começava, assim, a trajetória fantástica do “Homem do Baú”.

De qualquer forma, a riqueza só vira prosperidade quando o empreendedor sabe o que fazer com os recursos que tem à mão. Para isso, nada melhor do que encorpar o currículo e formar uma base de conhecimento sólida.

Mude de carreira

Embora a formação seja imprescindível, nem sempre ela garante o sucesso. Entre tantos motivos do fracasso profissional, a escolha equivocada ou imposta do ramo de atuação é um dos que mais pesam.

Claro que uma decisão que envolva uma nova carreira, diferente da anteriormente considerada, é carregada da maior complexidade. No entanto, se há um traço inconfundível entre as pessoas que conseguem crescer profissionalmente é a ousadia.

Não são poucos os casos de pessoas que só vieram a conhecer o sucesso depois dos 50 anos, o que só reforça o velho ditado que diz que nunca é tarde para recomeçar. Com uma boa dose de inspiração, coragem e planejamento, é possível dar uma guinada na carreira e ser bem sucedido começando novamente do zero.

Tenha um sócio

Outro pensamento popular que não sai de moda é o de que duas cabeças pensam melhor do que uma. Nesse caso, nem é preciso ir muito longe para constatar que é muito mais fácil crescer amparado por alguém que tenha conhecimentos ou recursos complementares.

O que mais tem no mercado é história de empresa que começou com um sócio que tinha exatamente o que faltava no outro, e vice-versa. Por outro lado, encontrar a parceria perfeita pode não ser tão simples assim.

Uma dica é participar de eventos como feiras, workshops e seminários, nos quais pessoas interessadas por um mesmo segmento têm a chance de se conhecer e trocar experiências. Quem sabe em uma delas você não encontre o seu próximo parceiro ou parceira de negócios?

Torne-se uma pessoa jurídica

Não se pode vislumbrar o crescimento enquanto se usa apenas o CPF como documento oficial. Condição indispensável para aparecer no mercado, a abertura de uma empresa é um dos passos necessários para o empreendedor que decide alçar voos mais altos.

A questão principal, nesse caso, fica em torno das evidentes limitações formais geradas pela falta do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica. Sem um CNPJ, é até possível a emissão de nota fiscal, mas não em condições vantajosas. Dependendo da região ou do seu segmento, o que você vai pagar de impostos não compensaria, principalmente se a sua demanda for alta.

Outra necessidade que se impõe é que, cedo ou tarde, é provável que seu negócio cresça e você precise contratar mais braços. Sendo assim, não tem remédio que não seja abrir uma empresa.

A categoria MEI, por exemplo, embora tenha um limite baixo de faturamento, permite a contração de um funcionário. Pense em seus clientes, avalie criteriosamente e não deixe de virar pessoa jurídica.

Crie um produto

Lembra do Mr. M — codinome de Leonard Montano —, o mágico que provocou um verdadeiro alvoroço no meio circense ao revelar os truques dos seus colegas no horário nobre da TV? Pois é, embora ele tenha deixado muitos profissionais do ilusionismo irritados, o fato é que sua motivação era justificável.  

Em entrevista à Folha de São Paulo, ainda em 1999, ele dizia que a sua intenção, naquela época, era induzir os mágicos a terem novas ideias. Coincidência ou não, o fato é que, depois dele, surgiram nomes como Chris Angel e Dynamo com truques incríveis demais até mesmo para monstros como David Copperfield e Houdini.

Portanto, se até no ilusionismo a inovação é uma necessidade, imagina para você, que trabalha com produtos ou serviços muito mais “reais”? Pense em algo que poderia melhorar em seu negócio e não tenha medo de arriscar. Com organização e planejamento, aquilo que parece inviável pode vir a ser o que vai diferenciá-lo da concorrência.

Observe as tendências de mercado

Não se pode correr riscos de forma indiscriminada. O ideal é que, junto à ousadia, você busque por informação no sentido de validar suas ideias ou minimizar o risco. Uma das formas mais diretas de avaliar o quanto a inovação pode custar é observar a própria evolução do mercado.

Um bom exemplo disso é o que fizeram os fundadores da Airbnb. Tudo começou quando, partindo da necessidade de sair da falência pessoal, três amigos decidiram alugar sua própria casa — que era alugada. Começava, então, uma nova proposta habitacional, na qual o compartilhamento passou a ser a regra.

Na verdade, o que eles fizeram foi observar que, em São Francisco, não havia vagas em hotéis por causa da enorme quantidade de pessoas que chegavam para um grande evento. Assim, observando o mercado, eles começaram um negócio que, hoje, movimenta bilhões de dólares.

Como vimos, crescer profissionalmente gera reflexos individuais e para as organizações. Trata-se de uma via de mão dupla, na qual empresas e pessoas se influenciam mutuamente, ou seja, todos saem ganhando.

Quais são os seus planos para ser um profissional ainda melhor neste ano? Conte para a gente nos comentários!

2011 - 2019 © Contsimples Contabilidade Online