5 Dicas de Como Escolher um Escritório de Contabilidade

Um escritório de contabilidade pode tornar sua vida muito mais fácil ou um pesadelo completo. Se por um lado, é possível ter sua contabilidade – e aqui falamos de contabilidade mesmo, escrituração, emissão de guia, análise de contrato, balancetes, etc – em dia e sem estresse nenhum, por outro você pode ter clientes cobrando um milhão de coisas que você não tem ideia e impostos que você nem sabia que devia…

Sempre me pedem orientações de como escolher um contador ou escritório de contabilidade. Por isso, listei 5 dicas para te ajudar a escolher a melhor opção.

 

É muito mais fácil encontrar um bom escritório de contabilidade hoje em dia. São inúmeras facilidades e ferramentas que auxiliam essa busca.
Quais são os pontos importantes que devem ser levados em consideração antes de fazer essa escolha?

Destaquei alguns elementos importantes que merecem atenção nessa pesquisa:

 

1 – Situação cadastral, registro na Receita Federal, Conselho Regional de Contabilidade e Alvará de funcionamento.

 

Uma empresa se torna confiável mostrando o seu cadastro , seu registro.

CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) é o documento que comprova o registro da empresa junto à Receita Federal, nele constam os dados principais da empresa (razão social, nome fantasia, atividade, endereço, data da constituição e situação cadastral).

O Alvará de Localização e Funcionamento é o documento que comprova o registro da empresa junto à Prefeitura, nele constam os dados da empresa e a autorização o seu funcionamento.

O Certificado de Regularidade do CRC é o  comprovante da situação cadastral do escritório junto ao Conselho Regional de Contabilidade-CRC, comprovando a autorização para exercer a atividade.

 

2 – Escritório especializado

 

Diante da diversidade de atividades e forma de atuação, tributação e movimentos, é interessante optar por empresas que trabalhem por nicho., assim a possibilidade de você se identificar com o escritório é maior e mais vantajosa.

Por exemplo, trabalhar para pequenas empresas não significa trabalhar menos, o trabalho é específico e voltado para as necessidades do pequenos empreendedores ou para os iniciantes nos negócios.

É legal  contratar quem te entenda, respeite e conheça as necessidades do seu dia-a-dia.

 

3 – Funcionamento

 

O funcionamento baseia-se no recebimento e no envio de documentos e informações para a sua empresa.

Lembrando que, serviço de contabilidade não é apenas a emissão de guia para pagamento dos impostos.

É um serviço completo que inclui apuração de impostos, emissão de guias, escrituração dos registros contábeis, emissão de livros, balanços, balancetes, confecção das declarações, acompanhamento de enquadramento e muito mais.

É muito importante avaliar como será o seu relacionamento com a contabilidade: forma de entrega das informações e documentos para serem analisados e contabilizados, liberação dos registros, relatórios e prazos.

 

4 – Relatórios

 

Analise os relatórios que serão apresentados e se esses documentos serão satisfatórios para o seu dia-a-dia.

Existem o controle de faturamento, balancete de verificação, balanços e demonstrações, fluxo de caixa, entre outros que poderão lhe ajudar na administração e tomadas de decisão no gerenciamento do seu negócio.

 

5 – Contratação

 

Não esqueça de levar em consideração os valores e opções de pagamento. Analise o contrato com calma e veja quais são os deveres, obrigações, direitos, prazos e valores de cada parte. Esclareça todos os pontos e tire todas as dúvidas sobre o funcionamento da contabilidade antes de contratar.

O sucesso dessa parceria depende do acordo pré-estabelecido.

E aí, tem mais alguma dúvida? Manda pra mim que eu te ajudo!

 

Um abraço,

Francisco Jr.
Consultor Contábil


Comentários:

×